CONTATOS

CONTATOS
Tia Joaninha

sábado, 7 de dezembro de 2013

A NUVENZINHA TRISTE

Autora: Maria de Lourdes Pereira
Adaptação: Rosy ( tia Joaninha)
Verso para memorizar: Salmo 139.15 – “Eu te louvarei, porque de um modo assombroso, e tão maravilhoso fui feito; maravilhosas são as tuas obras, e a minha alma o sabe bem.”
Introdução interativa: Você aí... se parece com quem? E você... o que mais gosta de fazer? Você... gosta do seu jeito de ser? Vou contar a vocês a história de alguém que vivia triste... parece que ela não estava muito contente com ela mesma!
CENA 1
Lá no alto do céu, vivia uma pequena nuvem. Ela era uma nuvem triste porque não gostava de ser nuvem.
CENA 2
Uma borboleta voava bem alto, perto das nuvens e então a nuvem pensou: “Já sei! Posso ser uma pipa como borboleta!”
CENA 3
E se esticou de um lado, encolheu de outro... até ficar parecida com uma borboleta. Mas ela não tinha cores e o bonito da borboleta eram suas cores . Então percebeu que nunca poderia ser uma borboleta e de novo se entristeceu.
CENA 4
A lua brilhava lá no alto e quando a nuvenzinha viu ficou toda alegre. Ela bem que poderia ser como a lua... e se esticou daqui, encolheu de lá... até ficar parecida com a lua, mas... e o brilho? Ela nunca brilharia como a lua. E de novo a nuvem se entristeceu.
CENA 5
Foi aí que passou um avião voando rápido... “Que lindo! Posso ser um avião!”
CENA 6
E a nuvenzinha se esticou daqui, encolheu de lá, até tomar a forma de um avião. Mas... não havia piloto e nem passageiros. Ela nunca seria um avião de verdade... e de novo se entristeceu.
CENA 7
Nisso, um balão  passou voando para o espaço e ela ficou toda animada! “Ora, não posso ser um avião, mas posso ser um balao, que voa sozinho!”
CENA 8
E ela tomou a forma de um balao e aí lembrou que não tinha gaz pra continuar a subir...
CENA 9
E a nuvem mais triste ainda começou a chorar porque não podia ser nada daquilo que queria ser... e chorou tanto que suas lágrimas caíram sobre a terra que estava seca e sobre as plantas que estavam murchas.Crianças... aconteceu algo maravilhoso!!!A terra molhada riu feliz e fez as plantas e flores brotarem e tudo lá embaixo virou um jardim.
CENA 10
Quando a nuvem viu o que tinha feito, também ficou muito feliz!Tudo mudou
Seu coraçao estava alegre e como coração alegre ela ficou bonita. Ganhou cores e um belo sorriso E daí pra frente... resolveu que queria ser nuvem mesmo, pra molhar a terra e alegrar as plantas. E foi o que ela fez!

Aplicação:
Naquele dia a nuvenzinha descobriu o quanto ela era especial. Ela não podia ser  uma borboleta ou como alua brilhante, um avião... tão pouco um balao... sabem por que? Deus a fez nuvem e com muito amor! Deus não a criou à toa...
Na criação de Deus, tudo foi feito com um propósito e uma ordem. Cada coisa foi criada com uma determinada forma, ocupando um lugar e com uma função específica.A Nuvem descobriu o seu lugar e a sua função especial na Criação de Deus! Que alegria maravilhosa!!!
Deus criou a mim e a você, ... e se preocupou em fazer-nos parecidos com Ele. Ele se preocupou com cada detalhe seu... Isso significa que somos muito especiais e queridos pra Ele!João 1.12 – A Bíblia nos afirma que além de criaturas D’Ele poderemos também nos tornar filhos de Deus, crendo e recebendo a Jesus Cristo – O Filho Perfeito de Deus, como nosso Salvador.
A Promessa de Deus para seus filhos é que jamais Ele nos deixará, nunca nos abandonará!
Somos criação de Deus e o seu e o meu lugar é na família de Deus e a nossa missão aqui na Terra é ser motivo de louvor ao nosso criador, nos esforçando pra sermos cada vez mais parecidos com Ele... dizendo não ao pecado,servindo a Jesus, amando e conduzindo as vidas que ainda não descobriram o seu lugar na Criação e o quanto são especiais pra Jesus! Jesus às quer salvar d’uma vida de tristeza, que aos poucos tem lhes conduzido à morte e dar a elas vida de eterna alegria e paz!Lembremo-nos sempre: Somos diferentes entre nós, sentimos, pensamos e fazemos coisas diferentes, mas somos igualmente especiais e muito amados por Deus.

A Bíblia

...fortalecei-vos no Senhor ... tomando ... o escudo da fé” (Efésios 6:10, 16).
Textos adicionais: Efésios 6:10-17; Hebreus 13:5; Romanos 12:12, 21.

Material Necessário
Bíblia de capa dura
6 balões infláveis
3 alfinetes com cabeça colorida e almofada de alfinetes
Barbante

Modo de preparar
Encha os balões, amarre o barbante de um lado a outro da sala ou entre duas cadeiras e pendure nele os balões inflados (outra opção é pedir a voluntários para segurá-los durante a demonstração). Espete os alfinetes na almofada.

Mensagem
(Leia Efésios 6:10-17 e fale sobre a armadura cristã.)
Os balões representam a vida dos jovens cristãos. Alguns estão equipados com a armadura de Deus e alguns não. Iremos falar especialmente a respeito da armadura da fé (verso 16).
Satanás tem muitos alfinetes inflamados (mostre a almofada com os alfinetes). Este é um alfinete que ele sempre usa.

Primeiro Balão: Desânimo
“Você não pode viver a vida cristã”, ele diz. Quando uma pessoa insiste nesse pensamento, está se esquecendo de Hebreus 13:5: “Não te deixarei,nem te desampararei.” Ela se esquece de usar a armadura da fé (mostre o alfinete e, em seguida, fure o primeiro balão).

Segundo Balão: Desânimo
(Utilize o mesmo alfinete. Mostre-o para o grupo e use a mesma tática.) Mas este cristão, embora desanimado, lembrou-se de Hebreus 13:5. Ele usou a armadura da fé (mova o alfinete na direção do balão, mas coloque a Bíblia entre ele e o balão, como uma armadura.

Terceiro Balão: Palavras rudes
(Pegue outro alfinete.) Embora alguém fale palavras rudes para essa pessoa, ela se lembra de “vencer o mal com o bem” (Romanos 12:21). Ela usou a armadura da fé (mova o alfinete na direção do balão, mas use a Bíblia como escudo).

Quarto Balão: Palavras rudes
(O mesmo alfinete). Essa pessoa não ora e não lê a Bíblia com freqüência, portanto, está sem a armadura (fure o balão com o alfinete). Quando ouve palavras rudes, fica irado e retribui no mesmo nível. Os alfinetes de Satanás encontram outra vítima.

Quinto Balão: Segundo lugar
Algumas vezes, na escola, na igreja ou em alguma outra atividade, alguém é escolhido em vez de você. Você fica em segundo lugar, porém, acredita que poderia fazer melhor do que a pessoa que foi escolhida (escolha outro alfinete). Satanás tem um alfinete para você nesse momento, mas se você estiver usando a armadura da fé (Romanos 12:12), o alfinete não poderá feri-lo (repita a mesma ação usando a Bíblia como escudo).

Sexto Balão: Segundo lugar
(O mesmo alfinete.) Talvez outra pessoa seja escolhida para cantar, quando você sabe cantar melhor, mas o alfinete de Satanás não pode feri-lo (faça o movimento de furar o balão, mas atinja a “armadura”, a Bíblia), pois você está forte no Senhor, vestido com a “armadura de Deus” e permanece firme “contra as ciladas (enganos) de Satanás” (Efésios 6:10, 11).

REFLEXÃO
A Bíblia é a nossa única proteção quanto aos ataques de Satanás. É a maneira que Deus nos mostra como devemos nos proteger dos perigos, tristezas, brigas, desobediências, inveja e muitas outras tentações. Quando a tentação nos assalta, devemos sempre buscar na Bíblia os conselhos divinos. Confiando no poder de Jesus e na promessa que Ele fez de sempre estar ao nosso lado e nos fortalecer, estaremos usando a “armadura da fé” e seremos vitoriosos. Quantos gostariam de estar “vestidos” com a armadura da fé?

sexta-feira, 27 de setembro de 2013

a verdade sobre Cosme e Damião




Muitas pessoas gostam de distribuir doces no dia 27 de setembro, homenageando Cosme e Damião. Talvez você já tenha até recebido um saquinho de doce de “Cosme e Damião”. Você conhece a verdadeira história de Cosme e Damião? Leia a história dos irmãos Cosme e Damião para depois decidir se é certo honrá-los através dos doces
Cosme e Damião eram seguidores de Jesus Cristo. Eles nasceram na Arábia no terceiro século depois de Cristo, eram gêmeos e seus pais eram crentes em Jesus.






Voce sabe o que são Gêmeos?
É um grupo de irmãos que nascem no mesmo parto, são iguais ou muito parecidos.



 Quando cresceram, foram estudar num lugar chamado Síria, e lá se tornaram médicos.

Mas eles tinham um apelido muito interessante: “ANARGIROS”, que significa “INIMIGOS DO DINHEIRO”; pois eles não cobravam nada, nenhum centavo pelo trabalho deles. 


E já que eles trabalhavam de graça, começaram a se tornar conhecidos atraindo assim muita gente para ouvir a mensagem que eles pregavam sobre o salvador, Jesus Cristo, nosso Senhor.
Havia um homem muito mau que odiava os cristãos. O nome dele era Diocleciano, o imperador romano.

Esse homem perverso mandou para a cidade de Egéia, onde estava Cosme e Damião, um representante de nome Lísias. Então, sob o comando de Lísias começaram a torturar Cosme e Damião. Finalmente, depois de torturá-los bastante… Cortaram suas cabeças. E foi assim que eles morreram no ano 283 depois de Cristo.
 Diocleciano, o imperador romano odiava os cristãos porque eles eram fiéis a Jesus Cristo e não adoravam os ídolos fabricados por mãos humanas. Lísias mandou que eles adorassem ou se ajoelhassem diante de algumas imagens, porém como seguidores de Jesus, nunca poderiam fazer isso. A Bíblia diz: não farás para ti imagens de esculturas,nem figura alguma do que há m cima no céu, nem debaixo da terra. “Não te encurvarás diante delas, nem as servirás; porque eu, o Senhor teu Deus, sou zeloso”. Êxodo 20: 4, 5


Então, por obedecerem às ordens de Deus e não se encurvarem ou rezarem ás imagens, é que eles foram mortos. Jesus falou:
“Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida, ninguém vem ao pai, senão pormim”.(João 14: 6)

Portanto, não adianta pedir nada a Cosme e Damião, a São João, São Paulo, Santa Maria ou outro “Santo” qualquer. Devemos buscar somente a Jesus, filho de Deus. Foi ele que morreu por nós numa cruz, ressuscitou ao terceiro dia e hoje roga a Deus por nós. (1ª Tim. 2:5 I João 2:1)
Os doces entregues as crianças neste dia são oferecidos aos “SANTOS” em algum terreiro de macumba ou centro espírita como pagamento de promessas.









Ensine a criança que ela aceitando esses doces e os comendo estará apoiando e concordando com o erro daqueles que entregam esses doces.



A Bíblia diz que não pode haver amizade entre luz e escuridão, nem entre Jesus e o diabo. (2ª Corintios 6:14-16) E a Bíblia diz mais:
“DEUS É LUZ E NELE NÃO HÁ TREVAS
NENHUMA”. Além disso esses que parecem ser “santos” nos terreiros ou centros, são na realidade demônios (ajudantes do diabo) que estão enganando as pessoas.(1ª Co.10:19a21).Por Por isso lhe faço um convite traga seus filhos a Desfrutar de uma festa Cristã sem oferendas a demônios .


terça-feira, 9 de julho de 2013

lembrancinha dia dos pais











Dia dos Pais

O SAPATO DO CRISTÃO
Versículo bíblico: Mateus 5.16


Esta história também pode ser usada no dia dos pais. De acordo com o que vai contando, as pastes da história formam um sapato. Que chamamos de sapato do cristão.
Você sabia? Muito antigamente se conhecia uma pessoa através dos sapatos que ela usava? Se tinham saltos e bicos muito finos, ou não. O formato do sapato dizia a que classe social pertencia à determinada pessoa.
Até hoje ainda é assim. Quando a pessoa é de classe social alta, os sapatos são pomposos, chiques, caros. Bem diferente dos sapatos de uma pessoa de classe baixa. (Site exemplos use sua criatividade. Apresente uma parte de cada vez, falando sobre cada uma delas na ordem que está abaixo: fixe as partes em um flanelógrafo).
Pois bem. Hoje iremos estudar O SAPATO DO CRISTÃO.
E o sapato do cristão como deve ser?
- O SOLADO -
Vamos começar pelo solado. A sola é a base aonde se firma o pé. (fig-1e2)
O solado representa a salvação. Sapato sem sola não é sapato, cristão sem salvação não é cristão. (Efésios 2.8)
- O SALTO -
O salto é a parte do sapato aonde sustenta a maior parte do peso do corpo. Também serve para elevar e é feito de um material forte ou logo quebra.
O salto representa o estudo da Bíblia. Aparte que sustenta o cristão. (fig-3)
- O CADARÇO -
Sem o cadarço, o sapato não tem como ficar firme no pé. O cadarço representa a fé do cristão. Sem fé é impossível agradar a Deus. (fig-4).
- O BICO -
O bico do sapato é a parte que todos vêem. E precisa está sempre bem limpo e brilhando. O bico representa o testemunho do crente. (fig-5). O cristão precisa dar bons testemunhos. (Mateus 5.16).
- O CONTRA FORTE - 
O contra forte é a parte de trás que fica escondido. Ninguém ver. Essa parte do sapato representa a parte que menos se ver no cristão, a oração. (fig-6)
Por que a oração do cristão deve ser em secreto com Deus. Por isso poucos vêem.
Agora sim o sapato está completo. Viu só, um cristão bem preparado para a guerra, anda bem calçado. Para não ser atingido pelos dardos de seu inimigo.









sexta-feira, 10 de maio de 2013

Jaime e o ateu














Homem ateu salva menino órfão de um incêndio e queima suas mãos. Ao ver as queimaduras, Jaime escolhe ir morar com o ateu.
Ao verem um quadro de Jesus morto na cruz, o ateu conta a história da crucificação para Jaime.
Quando, à noite, não consegue dormir, Deus impressiona sua mente com a comparação de que Jesus também teve as mãos feridas por nós.


(Fig. 1)
Jaime era um orfãozinho que morava com uma tia velha e maliciosa. Era tão mesquinha, que não lhe dava bastante alimento. Não gostava de cuidar dele. Podia ver pelo rosto dela que não amava ao nosso Senhor Jesus Cristo.
Jaime dormia num quarto miserável do 2º andar da casa desta tia.




(Fig. 2)
Uma noite, enquanto ele dormia, a casa incendiou-se. A casa era muito velha e construída de madeira, e por isso queimava-se rapidamente e com facilidade como se fosse palha. O alarme soou na vila. Pouco depois alguns homens com estopas molhadas e baldes de água corriam no local, fazendo todo o possível para apagar o fogo.
Enquanto trabalhavam arduamente para vencer as chamas, ouviu-se o grito de um menino atemorizado e a chamar vindo da janela do quarto do 2º andar:
- "Socorro!"
Erguendo os olhos, viram Jaime ali na janela, mas ninguém estava pronto para arriscar a vida para salvá-lo. Aquele que tentasse, poderia ser queimado severamente, e talvez ser levado à morte.



(Fig. 3)
Naquela vila morava um homem que era ateu. Sempre dizia ao povo que não acreditava em Deus, nem em Jesus Cristo, nem na Bíblia como a Palavra de Deus. Quando viu o rosto de Jaime na janela, rapidamente subiu pelo cano que passava perto da janela. Quando chegou ao nível da janela estendeu seu braço forte, tirou Jaime das chamas e, agüentando o calor intenso do fogo, levou Jaime até o chão.
O ateu sofreu queimaduras nas mãos, mas a tia de Jaime por causa das terríveis queimaduras que sofrera, morreu. Isto deixou Jaime sem lar mais uma vez.
O povo da vila não podia imaginar o que iria acontecer com ele. Um pastor levou o menino à casa dele e disse ao povo que se alguém quisesse adotá-lo que viesse à casa dele num determinado dia.



(Fig. 4)
Entre outros que vieram para adotar a criança, havia um casal chamado Souza. Não tinham filhos em casa e queriam adotar Jaime. Mas enquanto a Sra. Souza falava com Jaime e pedia que viesse morar com ela na sua casa como seu filho, o ateu apareceu na porta.



(Fig. 5)
Depois de entrar a convite do Pastor, explicou-lhe que queria convidar Jaime para morar com ele. O pastor, sabendo que o casal Souza falaria ao menino a respeito de Jesus Cristo e faria todo o possível para que Jaime o aceitasse como seu salvador, queria que eles, o casal, e não o ateu, adotassem o menino.
O ateu falava pouco, mas enquanto se aproximava de Jaime e da Sra. Souza, começou a descobrir a mão esquerda, e tirar as ataduras e o homem mostrou as feridas e disse:
- "Não queres vir ser meu filho?"



(Fig. 6)
E Jaime, vendo a mão queimada e ferida, correu para o homem, abraçou-o e disse-lhe:
- "Quero ir com o Sr. e ser seu filho, porque a sua mão foi queimada em favor de mim."
Ninguém podia negar que o salvador do menino tinha o 1º direito sobre ele. Assim, o pastor juntou a roupa de Jaime, e ele foi para a casa do ateu, pois sabia que ele o amava.



(Fig. 7)
Jaime e seu novo pai tiveram tempos maravilhosos juntos: brincavam, pescavam no rio perto da casa, passeavam nas florestas, etc. Nada, entretanto, foi dito a respeito do Senhor Jesus. De fato, nenhuma palavra foi mencionada a respeito de Deus, o Pai. Nenhuma "Ação de Graças" foi dada à mesa quando se assentavam parar comer.
Um dia, fez-se na vila uma exposição de pinturas. Os quadros foram pendurados na parede do grande salão da prefeitura. Pessoas vieram de longe para apreciar as pinturas maravilhosas, e Jaime, com seu pai, foi examinar cada quadro.
O pai explicou-lhe cada uma até chegar perante um quadro especial. Tentou passar despercebido por ele e explicar-lhe o outro junto além; mas Jaime ficou preocupado e desejou ver toda aquela pintura especial.



(Fig. 8)
Assim voltou e perguntou ao pai:
- "Por que estão os cravos nas mãos e pés deste homem? E por que as pessoas estão chorando tanto?"
O ateu, reconhecendo que não podia evitar as perguntas do rapaz replicou:
- "Pois bem, eu não creio na história, mas é isto que me contaram acerca do homem neste quadro.
"Muitos anos atrás, quase 2000 anos, uma multidão estava de pé em frente a um grande edifício do governo de Jerusalém, uma cidade na terra da Palestina. Pilatos, o governador, julgava um homem e achava que não era culpado, mas inocente. Levou o homem para fora do palácio e disse:
- Não acho culpa nele. Vou castigá-lo ou libertá-lo?!
Era costume para o governador daquela época, uma vez por ano, perdoar ou libertar um criminoso: o preso que o povo pedisse.
Assim Pilatos indagou ao povo:
- Quem quereis que vos volte? Barrabás ou Jesus, o que se chama Cristo?.
E enfurecida a multidão clamava:
- Crucifica Jesus! Crucifica-o! Crucifica-o! Crucifica-o!
Pilatos, por causa disso mandou açoitar a Jesus.
Os soldados, zombando, colocaram uma coroa de espinhos na cabeça de Jesus, que fez com que o sangue corresse. Cuspiram-no na cara, e deram-lhe pancadas e varadas. Mas durante tudo, o homem não fez nenhum esforço para defender-se. Por último, colocaram sobre os ombros de Jesus uma cruz pesada e o levaram para ser crucificado no lugar chamado calvário. Ali cravaram suas mãos e seus pés. Levantaram a cruz e deixaram-no cair num buraco. Por cima da cabeça, escreveram estas palavras: "ESTE É O REI DOS JUDEUS".
- Essa Jaime, é a história, mas eu não acredito nela.
Assim, o pai e o filho continuavam a andar, olhando a cada quadro até que chegaram ao ponto por onde tinha começado.
Jaime, intrigado com toda aquela história, rogou ao pai, no caminho para casa, que contasse a história de novo, e outra vez quando estava para se deitar. Antes do ateu deixar o quarto da criança, Jaime lhe disse:
- "Papai, as mãos feridas do homem me fazem pensar em suas mãos queimadas e de como o senhor sofreu por mim para me salvar!"




(Fig. 9)
O que o menino dissera ficou na mente do pai por muito tempo e não pôde conseguir dormir bem naquela noite. Lembrou-se daquele dia em que fora a casa do pastor para pedir Jaime para si. Imaginava quão terrível teria sido se Jaime não desse valor a mão ferida e tivesse recusado se tornar seu filho. Não agüentava tal pensamento. Ele se feriu por Jaime, arriscou a sua vida para salvá-lo e mesmo assim Jaime não era forçado a acompanhá-lo; podia ter escolhido ir com o casal Souza.
Quão contente estava ele, porque resolvera tornar-se o seu filho.
De repente tornou-se triste, porque DEUS lhe fizera entender que apesar do fato de Jesus ser ferido por ele, mesmo crucificado pelos seus pecados, ainda recusava se fazer um filho de Deus.
Deus trouxe-lhe a memória alguns versículos da Bíblia que aprendera quando era menino:
"Todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus” (Rm 3:23);
"Cristo sofreu por nós” (1 Pedro 2:21-24);
"Aquele que não foi achado escrito no livro da vida foi lançado no lago de fogo"(Apocalipse 20:15);
"Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu seu filho unigênito para que todo aquele que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna" (Jo 3:16).




(Fig. 10)
Deus o convenceu de tal maneira de sua incredulidade, que ele ajoelhou-se ao lado da cama e aceitou a Jesus Cristo como o Salvador.
Agora ele estava alegre.
Pouco depois, Jaime, também, aceitou a Jesus como seu salvador. E os dois foram feitos filhos de Deus. Porque creram no Seu Nome.

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

O MENINO DO AVIÃOZINHO


 MENINO DO AVIÃOZINHO.




Em um lugar bem distante daqui, havia um menino que surpreendeu a muitos por sua atitude e determinação.

Esse menino, desde pequeno ia à igreja com seus pais e aprendia muitas coisas sobre Jesus. Era um menino feliz e saudável.

Certo dia aconteceu algo muito triste na vida deste menino, ao voltar de um passeio com a família, houve um acidente, e seus pais vieram a morrer. Ele ficou muito machucado. Depois que saiu do hospital, sem parentes próximos, acabou indo morar na casa de uma tia distante. Num lugar bem longe. A tia por sua vez não gostava muito de cuidar de uma criança que não podia andar.

Ela arranjou um quartinho para ele na velha torre da casa. Cuidava do menino, dava comida e deixava perto da cama, na mesinha água, uns biscoitos, o ao sair dizia para que ficasse quieto. Saia e não aparecia mais, ficava sozinho quase todo tempo. Todos os dias, era a mesma coisa. Ele sofria com a situação, e de saudades de seus pais que o amavam tanto.

Chorava baixinho. Mas nunca se esqueceu das coisas que aprendeu com seus pais e na igreja. Certo dia uma coleguinha veio visitá-lo. O menino ficou muito feliz, e pediu para a amiga trazer uma Bíblia e bastante papel, lápis e caneta. E assim o colega fez: comprou uma linda Bíblia e trouxe bastante papel. Os dois começaram a brincar com os papéis, e fizeram vários aviõezinhos.


O menino teve uma idéia... Escrever versículos no aviãozinho e jogar pela janela. Assim não se sentia tão sozinho. Foi uma idéia feliz, todos os dias caiam vários aviõezinhos pela janela do quarto do menino. Muitas pessoas curiosas pegavam e liam.


E foram ficando tão conhecidos os aviõezinhos que as pessoas queriam conhecer quem os mandava.

Até o prefeito da cidade veio conhecer o menino, e sensibilizado melhorou as condições do missionário Júnior, o menino do avião, Júnior gostou de seu novo nome. Agora ele tinha uma pessoa para cuidar dele o dia todo.

E sua tia teve que mudar seu comportamento, ou seria punida. Júnior se sentia feliz, e seus planos de espalhar o nome de Jesus não pararam por ai,,, mas isso e uma outra história....


APLICAÇÃO


Nós também devemos falar de Jesus para as pessoas, como o missionário Júnior da história. O Senhor quer usá-lo também, e o convida para celebrar a Cristo, Senhor de Missões.


ORAÇÃO

Senhor, quero ser um missionário onde estiver, como eu sou. Usa-me Senhor, ajuda-me a celebrar ao Senhor com todo meu ser. Em nome de Jesus, amém.



Será uma experiência divertida e diferente, oportunidade de enviar a mensagem a alguém.



VERSÍCULO PARA DECORAR: IDE POR TODO O MUNDO E PREGAI O EVANGELHO A TODA CRIATURA.MARCOS 16:15





sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

DECORAÇÃO

DECORAÇÃO COM BALÕES


Nas minhas andanças pela net encontro lindas decorações...
Caso voce seja o criador me avise pra te divulgarmos ok.. Ahhh e PARABENS!!! São lindos!!!









PÁSCOA